quinta-feira, 21 de outubro de 2021
17 °c
Rio de Janeiro

Vídeo: Polícia desarticula quadrilha que extorquia comerciantes e dava golpe do falso sequestro

Dois integrantes foram presos nesta segunda-feira em Friburgo e Duque de Caxias

Nesta segunda-feira a Polícia Civil prendeu dois integrantes de uma quadrilha especializada em extorsão a comerciantes por golpes de falso sequestro. Marlon Borges Caetano Veloso, foi preso em Nova Friburgo, Já Fernando Bianco da Rocha Alves, foi capturado em Duque de Caxias.

Policiais da 79.ª DP se deslocaram até o Município de Nova Friburgo, onde localizaram e realizaram a prisão captura de Marlon. Depois, de posse de novas informações de outro membro da quadrilha, os policiais se deslocaram para Caxias, localizando Fernando Bianco da Rocha Alves.

Nesta segunda-feira a Polícia Civil prendeu dois integrantes da quadrilha especializada em extorsão a comerciantes por golpes de falso sequestro. #ODia

Crédito: Divulgação pic.twitter.com/q0iaJsnHkU

— Jornal O Dia (@jornalodia) June 15, 2021

Neste golpe, Marlon, através de ligações telefônicas do interior de uma unidade do sistema prisional, simulava ter sequestrado algum parente das vítimas, exigindo que certa quantia em dinheiro fosse depositado ou transferido para as contas de Fernando e de Simone, que recebiam um percentual de 10% do valor do golpe, para que a suposta vítima fosse liberada.

“Durante as investigações identificamos como o golpe funcionava. Um integrante da associação criminosa estava preso e mesmo do interior do presídio era o responsável por fazer as ligações e extorquir as vítimas pelo falso sequestro”, explicou a delegada Raissa Celles.

Em outras vezes, a extorsão era praticada a comerciantes e os marginais exigiam altas quantias em dinheiro e, caso não houvesse o pagamento, afirmavam que traficantes iriam invadir o comércio e causar grande prejuízo financeiro. As ligações eram feitas de dentro de um presídio.

Contra os foragidos, havia mandados de prisão por extorsão e associação criminosa, na qual Marlon, Fernando e Simone Caruzo (presa na última sexta feira pela 128ª DP) praticaram diversas extorsões pelo chamado “falso sequestro”, além de extorsão a comerciantes locais.

Cuidados para não cair no golpe

A Polícia Civil orienta que, caso você receba um telefonema dizendo que um parente está sequestrado, nunca se deve passar informações pessoais.

“Nunca forneça informações como nome ou lugares em que essa pessoa possa estar e mesmo que, com a linha conectada, tente dar um jeito de entrar em contato com este familiar. para que não caia neste golpe. No caso dos comerciantes, é fundamental que eles procuram a polícia, denunciem e não cedam à extorsão”, alerta Raissa Celles,

Via: O Dia

Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *