Vídeo: Moradores denunciam morte de motociclista por PMs

Outra pessoa que estava na moto foi baleada e também teria morrido

Moradores acusam PMs de terem matado motociclistaReprodução/Redes Sociais

Rio – Um vídeo que circula nas redes sociais mostra policiais militares arrastando o corpo de um homem para uma viatura da corporação, na noite desta terça-feira (18), nas proximidades da Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio. Nas imagens, moradores dizem que a vítima é um motoboy e foi morto pelos militares com um tiro de fuzil. Uma outra pessoa que estava no veículo também foi baleada e teria morrido. Pouco depois, moradores da comunidade realizaram uma manifestação na região e atearam fogo em objetos. Ainda não há informações sobre a identificação dos mortos e nem para onde os corpos foram levados. 

Vídeos mostram PMs arrastando corpo de homem baleado na Cidade de Deus para dentro de viatura; moradores denunciam assassinato. #ODia pic.twitter.com/jMmX5Ibzgh

— Jornal O Dia (@jornalodia) May 19, 2021

“Atirou na cabeça do menino, depois o outro (PM) veio, viu que o menino já estava caído, jogaram em cima do camburão e levaram eles. Ele é mototáxi, trabalhador. Eles trabalham o dia inteiro. O menino estava trabalhando desde 7 horas da manhã, para chegar agora eles matarem o menino com um tiro, que no caso foram dois, um em cada um”, relatou uma moradora. 

“A polícia acabou de matar o amigo aqui na moto, pegou o corpo, botou na viatura e levou. Motoboy, trabalhador. A polícia matou o cara e levou na covardia”, diz uma pessoa nas imagens. “Mataram o Xexéu. É trabalhador”, continua outro. No vídeo, uma pessoa também diz que não houve flagrante. Um comentário dá conta de que os policiais atiraram contra o motociclista, porque ele teria feito uma “bandalha” no viaduto da Linha Amarela.

De acordo com o Centro de Operações Rio, a Estrada do Gabinal e o acesso à Avenida Edgard Werneck estão interditados e provoca congestionamento na região, afetando a Avenida Ayrton Senna, no sentido Linha Amarela.

A página do Twitter “Lei Seca RJ” divulgou um vídeo onde é possível ver diversas pessoas no local onde aconteceu o crime e pediu que motoristas evitem a região.

O caso aconteceu no mesmo local em que um homem identificado como Marcelo Guimarães foi morto em janeiro deste ano. Moradores também acusam policiais militares de terem matado o homem, que estaria voltando para casa de moto, quando foi atingido por um disparo de fuzil. Em um vídeo publicado na época, é possível ver os militares deixando o local em alta velocidade com um veículo blindado.

“Acabaram de matar dois inocentes, no mesmo lugar que mataram o Marcelo”, comentou um internauta. O DIA procurou a Polícia Militar, mas ainda não obteve resposta. Procurada, a Polícia Civil ainda não se manifestou. 

Próximo Post