Vereadora diz: ‘Reviver não contempla as comunidades’

Ela explicou que o projeto não garante que população que recebe de 0 a 3 salários mínimos seja inserida

Rio – A vereador Tainá de Paula (PT) foi voto contrário ao Reviver Centro. Ela explicou que o projeto não garante que população que recebe de 0 a 3 salários mínimos seja inserida. “Hoje essa parcela de renda representa quase 90% do déficit habitacional do Rio de Janeiro e seria essencial que tivesse uma faixa específica no projeto”, disse.

Ela questiona que o Reviver não contempla as comunidades da área central. “É restrito ao conhecido como ‘centro comercial’ e Lapa, onde não temos comunidades. Cria oportunidades de negócios imobiliários nos bairros de Copacabana, Ipanema e Leme, onde tem o maior interesse do mercado imobiliário nas operações interligadas, e em praticamente toda a Zona Norte”.

A vereadora diz que há muita preocupação dos trabalhadores informais, que ganham seu sustento como ambulantes e camelôs no Centro. “Além dos pequenos comerciantes que são locatários de seus pontos comerciais e temem que a valorização da área leve a uma elevação do valor dos aluguéis”. 

Via: O Dia
Próximo Post