Um mês após operação do Jacarezinho, moradores farão ato para cobrar respostas da Polícia Civil

Moradores e lideranças comunitária irão se reunir na manhã deste domingo e também irão lançar um memorial pelo não esquecimento dos mortos

Moradores fazem protesto na cidade da polícia após operação no JacarezinhoReprodução/WhatsApp O Dia (21 98762-8248)

Rio – Neste domingo, completará um mês da operação da Polícia Civil, no Jacarezinho, Zona Norte do Rio, que terminou com a morte de 28 pessoas, entre elas um agente. Em forma de protesto, moradores e lideranças comunitárias irão cobrar respostas da corporação. O ato começará às 9h do dia 6, na quadra da Unidos do Jacarezinho.

Os organizadores do evento pontuam que a ação foi a mais letal da história do Rio de Janeiro e a classificam como “desastrosa”. O grupo ainda pretende lançar um Memorial pelo não esquecimento das vítimas.

O texto de divulgação garante que o ato contará com a participação da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Alerj, e de representantes da Defensoria Pública do Rio, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do Ministério Público do Rio (MPRJ), além de coletivos de defesa dos moradores de favelas do Rio.

“Haverá uma conversa aberta, quando serão expostas as ações dos respectivos órgãos e entidades que acompanham o caso”, diz o texto.

A manifestação acontece a partir das 9h deste domingo, no GRES Unidos do Jacarezinho, localizado na Avenida Dom Hélder Câmara, 2233. 

Via: O Dia
Próximo Post