Uerj realiza estudo sobre eficácia das vacinas contra a covid-19

Pesquisa é feita com voluntários que tomaram a primeira dose no posto da Instituição no Maracanã

Rio – Uma pesquisa realizada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) analisa a eficácia das vacinas contra a covid-19. O estudo pretende entender como o organismo de pessoas imunizadas com doses da AstraZeneca e da CoronaVac produz defesas, principalmente linfócitos específicos, com maior efetividade para destruir ou inativar o Sars-CoV-2 e suas variantes. Os voluntários são recrutados entre as pessoas que chegam para receber a primeira dose da vacina, no posto montado no campus da Universidade, no Maracanã, na Zona Norte do Rio.

Até o momento, mais de 3,2 mil pessoas já colaboraram com o estudo. Depois de imunizados, eles passam pela coleta de sangue, que ocorre a poucos passos de distância, dentro da Capela Ecumênica, com todos os protocolos de segurança. Os participantes respondem ainda às perguntas do estudo, conduzido pela médica Isabel Bouzas, do Centro de Apoio à Pesquisa no Complexo de Saúde da Uerj (CAPCS), sob coordenação do professor Luís Cristovão de Moraes Sobrino Pôrto, do Instituto de Biologia Roberto Alcântara Gomes (IBRAG). O monitoramento é feito em várias fases, começando no momento da vacinação e prosseguindo pelos meses seguintes.

Próximo Post