Seap inicia fase de testes em unidade de Audiências Virtuais

Objetivo é que os presos considerados de alta e altíssima periculosidade não precisem mais sair dos presídios para realizar audiências presenciais

Rio – A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) deu o ponta pé, nesta quarta-feira (16), para o início das atividades com a fase de testes para a primeira unidade de Audiências Virtuais do país, localizada no Complexo de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste. A construção do local teve um custo de cerca de R$ 20 mil e contou com o apoio do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A unidade possui oito salas de audiências virtuais e seis celas, sendo uma adaptada para Portadores de Necessidades Especiais (PNES).

O objetivo da unidade é que presos considerados de alta e altíssima periculosidade não precisem mais sair do local para realizar audiências presenciais, a não ser que haja uma determinação judicial. Ao todo, 56 audiências virtuais poderão ser realizadas diariamente na unidade, o que diminuirá a possibilidade de tentativas de resgates de internos nas ruas, e irá gerar uma economia de recursos.

Próximo Post