Rio registra 4,1 mil novos casos da Covid-19 nas últimas 24 horas

A fila de espera por um leito de UTI aumentou de 24 para 49 pessoas. Ao todo, o estado contabiliza 51.320 óbitos por coronavírus

Covid-19: Rio de Janeiro registra 224 novas mortes nas últimas 24hReprodução

Rio – A Secretaria de Estado de Saúde do Rio (SES) informou que registrou, até esta quinta-feira, 878.747 casos confirmados e 51.320 óbitos por coronavírus no estado. Nas últimas 24 horas, foram contabilizados 4.187 novos casos e 224 mortes. A taxa de letalidade da covid-19 no Rio está em 5,84%. Entre os casos confirmados, 813.434 pacientes se recuperaram da doença.

Segundo o painel de dados desenvolvido pela pasta, a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para a covid-19 no estado aumentou de 82,8% para 83,6%. Já a taxa de ocupação nos leitos de enfermaria diminuiu de 59,3% para 57,2%. No momento, a fila de espera por um leito de UTI aumentou de 24 pessoas para 49. No momento, há 15 pessoas aguardando uma vaga por leito de enfermaria.

Brasil recebe terceiro lote de vacinas da Pfizer com 527 mil doses

No início da noite da última quarta-feira (2), o país recebeu o terceiro voo programado com lote da vacina Pfizer para esta semana. A nova remessa contempla mais 527 mil doses, que chegará pelo Aeroporto Internacional de Viracopos, de Campinas, em SP.

Com o novo lote, mais de 5,8 milhões de doses terão sido entregues ao Ministério da Saúde pela farmacêutica desde o fim de abril. Até o momento, a pasta recebeu e já distribuiu para todos os estados e DF mais de 3,5 milhões de vacinas da Pfizer.

A Pfizer agendou três voos que vão totalizar mais 2,4 milhões de doses nesta primeira semana de junho. Todos os voos saíram de Miami, nos EUA. Os dois primeiros vieram na terça e quarta-feira com 936 mil doses cada. Dois contratos firmados entre o Governo Federal e a farmacêutica garantem 200 milhões de doses da vacina da farmacêutica até o fim do ano.

Nesta semana, o Ministério da Saúde atingiu a marca de mais de 100 milhões de doses de vacinas dos laboratórios contratados distribuídas às Unidades Federativas.

Via: O Dia
Próximo Post