Rio de Janeiro alcança a marca de 25 mil mortes por covid-19

O município registrou uma redução da taxa de contaminação pela doença. Todas as regiões administrativas saíram do risco "muito alto" para "alto"

Foi feito uma coletiva, na manha desta sexta-feira (14), para anunciar o 19° Boletim Epidemiológico do RioReginaldo Pimenta / Agencia O Dia

Rio – O município do Rio de Janeiro chega à marca de 295,6 mil casos de contaminação e 25 mil mortes pela covid-19. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (14) durante a divulgação do 19°Boletim Epidemiológico, que mostrou uma redução do número de casos entre a semana passada e a atual. Todas as regiões administrativas saíram do risco “muito alto” para “alto”, o que significa um pequeno recrudescimento da doença na capital.

Durante a divulgação do boletim, também foi mencionada a vacinação que neste momento está sendo realizada para os grupos prioritários. Segundo o prefeito do Rio, Eduardo Paes, o critério de escalonamento por idade tem sido considerado efetivo para a vacinação.

“Ainda temos essas duas semanas antes de voltar para o critério da idade.É importante dizer isso, o que está muito claro é que precisamos vacinar as pessoas a partir da idade, pois isso permite um grau de previsibilidade, de arrumação e de organização. Quando verificamos a imunização desses grupos menores, tivemos a chegada de pouquíssimas pessoas. Teve momentos que não tínhamos quantidade de pessoas suficientes para vacinar. Nós acreditamos no critério da idade e achamos que ele vai nos dar previsibilidade”, mencionou.

Eduardo Paes já havia mencionado uma redução dos casos na cidade desde a última semana. Contudo, houve um recorde de contagem de infecções por conta de um atraso no registro das contaminações. O prefeito explicou que o número não refletia a realidade da transmissão da covid-19 na cidade e se desculpou pela demora na catalogação.

Na última sexta (7), a prefeitura adotou a flexibilização das medidas restritivas, autorizando a ocupação das faixas de areias de praias em todos os dias da semana, o acesso a parques e cachoeiras, circulação de vendedores ambulantes, o estacionamento na orla e extensão do horário de funcionamento de bares e restaurantes até 23h. Permaneceu proibido o funcionamento de boates, rodas de samba e a entrada de ônibus fretados na cidade.

Próximo Post