Prefeitura lança revitalização da Praça Tim Maia, na Zona Oeste

A obra, estimada em pouco mais de R$ 1 milhão, terá início em junho

Praça Tim Maia, no Recreio dos Bandeirantes, Zona OesteDivulgação

Rio – O prefeito Eduardo Paes e a secretária de Infraestrutura, Katia Souza, lançaram o projeto de revitalização da Praça Tim Maia, aos pés da Pedra do Pontal, no Recreio, na Zona Oeste, na manhã deste domingo. Será mais um espaço de lazer e convivência do Rio reformulado, com novos equipamentos. 

De acordo com a prefeitura, a praça terá dois novos parques infantis, academia de ginástica, quadra poliesportiva e bicicletário. Haverá ainda a reforma da pista de skate com novo pavimento e a instalação de guarda-corpo. O Museu do Surfe também será contemplado com a melhoria dos banheiros, além de pintura interna, externa e a construção de deck de madeira para pequenos eventos. 

Em 2002, na época secretário municipal de Meio Ambiente, o prefeito Eduardo Paes, entregou a praça Tim Maia para a população. Neste domingo, ele anunciou, ao lado do presidente da Câmara de Vereadores do Rio, Carlo Caiado, e do subprefeito da Barra, Recreio e Vargens, Raphael Lima, a revitalização do local.

“É um prazer poder devolver esse espaço para os cariocas. Ainda tem um longo caminho a percorrer para a cidade voltar a melhor forma. Vamos avançando. O Rio vai voltar a dar certo. Lembro que essa praça era toda ocupada e quando era secretário de Meio Ambiente vim, aqui, desocupá-la para entregá-la à população “, disse Paes.

O presidente da Câmara de Vereadores elogiou a iniciativa. Caiado foi o responsável por fazer a ligação entre a prefeitura e os moradores para que o projeto de revitalização da praça Tim Maia saísse do papel.

“Em menos de seis meses, esse governo já vai fazer melhorias na praça, inclusive com a iluminação de Led. É motivo de muita alegria. O prefeito é incansável na defesa da nossa cidade e soube atender os pedidos da população”, frisou o presidente da Câmara.

As intervenções serão conduzidas pela Coordenadoria Geral de Obras, ligada à Subsecretaria de Infraestrutura, que também fará adequações de acessibilidade nos acessos à praça e revitalizará o paisagismo no local. A obra, estimada em pouco mais de R$ 1 milhão, terá início em junho.

Via: O Dia
Próximo Post