20 °c
Nilopolis

Prédio que desabou em Rio das Pedras foi construído por pai de vítima 

Genivan Gomes Macedo prestou depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca) como testemunha da tragédia que matou seu filho Natan de Souza Gomes e a neta Maitê Moita

Genivan Gomes Macedo prestou depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca)Divulgação

Rio – A Polícia Civil descobriu que o prédio que desabou em Rio das Pedras, na Zona Oeste, deixando Natan de Souza Gomes, 30, e sua filha Maitê Moita mortos, foi construído pelo pai da vítima. De acordo com a apuração da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), o homem não tem nenhum envolvimento com o grupo de milicianos que atua na região.

Genivan Gomes Macedo prestou depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca), responsável pelo caso, durante a tarde desta quinta-feira. Segundo a Polícia Civil, ele, que é pai e avô das vítimas, prestou esclarecimentos apenas como testemunha.

A região é controlada por paramilitares que lucram com o ramo imobiliário clandestino e grilarem de terras. Com isso, a Polícia Civil organizou uma força-tarefa para descobrir as causas do desabamento e uma possível responsabilidade criminal em relação às mortes.

Entretanto, populares afirmaram que a família é nordestina e que moravam todos juntos no edifício que desabou. A Prefeitura do Rio já havia apurado que o imóvel foi construído há 21 anos, com características irregulares, mas que se tratava de um prédio familiar.

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos oferece suporte às vítimas do desabamento

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, através da Subsecretaria de Gestão do SUAS (Sistema Único de Assistência Social), entregou colchões e cestas básicas como ações de respostas emergenciais às famílias atingidas pelo desabamento do prédio em Rio das Pedras. Uma articulação com o município do Rio de Janeiro para a concessão de insumos e provisões às famílias vitimadas também foi iniciada.

Para além dos referidos insumos, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos disse que vai providenciar a inserção das vítimas no programa Aluguel Social e a viabilização de segunda via de documentação através do Centro Comunitário de Defesa da Cidadania (CCDC).

Animais de estimação são resgatados nos escombros

A Defesa Civil resgatou três animais de estimação em meio aos escombros do prédio que desabou em Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio. Foram achados um cachorro, papagaio e um periquito. O salvamento dos bichos foi aplaudido pelos moradores que acompanhavam o trabalho dos profissionais.

Entre a salva de palmas, estava o alívio do ajudante de pedreiro Francisco Manoel da Silva Moreno, de 48 anos. Dono da papagaio Isabela, ele contou que não conseguiu salvá-la, mas que estava angustiado para ter notícias dela. “Na hora do desespero, com toda aquela poeirada, o fogo, a gritaria, eu não consegui pegar ela. Sai com a roupa do corpo, não consegui pegar nada. Estava preocupado com ela, agora estou mais aliviado”, disse.

Moreno falou que está com o pássaro há oito meses e que Isabela virou uma companheira. “Ela é muito carinhosa comigo, adora ficar no meu ombro. Minha esposa cuida dela também, mas o carinho mesmo é comigo”, finalizou.

Via: O Dia
Próximo Post