Prédio que desabou em Rio das pedras estava irregular

Secretaria Municipal de Habitação confirma que imóvel não tinha autorização da Prefeitura do Rio. Uma criança morreu e quatro pessoas ficaram feridas. Um homem ainda está desparecido

Bombeiros trabalham para resgatar vítimas que estão presas nos escombrosDaniel Castelo Branco/Agência O DIA

Rio – A Prefeitura do Rio confirmou que o imóvel que desabou na comunidade de Rio das Pedras, nesta quinta-feira, era irregular. A confirmação foi feita pela Secretaria Municipal de Habitação. Uma criança de dois anos morreu e quatro pessoas ficaram feridas. Uma pessoa permanece desaparecida entre os escombros. 

De acordo com o prefeito Eduardo Paes, apesar do domínio da milícia a prefeitura segue trabalhando na região.

“Nem milícia e muito menos o tráfico de drogas vai impedir que a gente trabalhe. No meu governo isso não vai acontecer. Vamos continuar demolindo imóveis construídos em áreas irregulares”, disse o prefeito, que solidarizou com as vítimas da tragédia. 

Segundo o governador do Rio, Claudio Castro, a Defesa Civil Municipal e Estadual estão trabalhando em conjunto na região. Ao menos quatro imóveis que correm risco de desabamento foram interditados. 

O desabamento em Rio das Pedras ocorreu por voltas das 3h20. testemunhas relatam que uma hora antes ouviram os estalos. 

Três pessoas ficaram feridas e foram levadas para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

Kiara Abreu, de 27 anos, foi retirada dos escombros 6 horas após o acidente. Ela foi levada de helicóptero para o Hospital Municipal Miguel Couto. 

A filha dela, identificada como Maitê, de dois anos, foi encontrada sem vida. Bombeiros tentam resgatar o marido dela, Natan. 

Via: O Dia
Próximo Post