Policial civil morto em Niterói será sepultado nesta quinta-feira

Marcelo dos Santos passeava com seu cachorro e ficou no meio do fogo cruzado entre PMs e bandidos. Ele acabou atingido no peito

Rio – Está marcado para a manhã desta quinta-feira (29) o sepultamento do policial civil Marcelo dos Santos Dias Cola, 56 anos, morto com um tiro no peito ao ficar no meio do fogo cruzado na noite da última terça em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. O corpo do agente será enterrado por volta das 10h, no Cemitério e Crematório Parque da Colina, em Pendotiba. 

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) segue com as investigações para identificar dois criminosos que conseguiram fugir. Outros dois bandidos já foram presos no dia do crime. Na noite desta quarta, a polícia prendeu um homem suspeito de planejar o assalto que resultou na morte do policial. 

O policial estava de folga e caminhava com seu cachorro pela Rua Noronha Torrezão, no bairro Santa Rosa, quando homens armados fecharam a rua para assaltar motoristas que passavam pela região. 

O tiroteio ocorreu assim que uma viatura da Polícia Militar passou pela região e os policiais militares flagraram a ação criminosa. Na troca de tiros, três pessoas acabaram baleadas. Entre elas, o policial Marcelo e a pedestre Juliana Ribeiro de Souza, de 18 anos. Além deles, um dos bandidos foi atingido.

Todos foram levados para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal) no bairro Fonseca. O agente não resistiu aos ferimentos e morreu. Já Juliana, recebeu alta horas depois. O suspeito baleado permanece internado sob custódia. 

O policial civil Marcelo dos Santos  era lotado na Subsecretaria de Inteligência da Polícia Civil. A instituição lamentou a morte do agente.  

PRISÃO DE SUSPEITO 

Segundo a DHNSGI, um terceiro criminoso foi preso nesta quarta-feira, após trabalho de inteligência. Ele seria responsável por planejar os assaltos em bairros de Niterói. Para a polícia, o suspeito foi mentor do assalto que resultou na morte do policial Marcelo dos Santos. 

O suspeito foi preso no bairro Tenente Jardim, em Niterói. Dois criminosos continuam foragidos. 

 

Via: O Dia
Próximo Post