quinta-feira, 28 de outubro de 2021
17 °c
Rio de Janeiro

Policial atingido no peito enquanto passeava com cachorro em Niterói é enterrado

Parentes e amigos ainda estão abalados com a tragédia. Marcelo foi morto na noite de terça-feira ao ficar no meio do fogo cruzado

Rio – O corpo do policial civil Marcelo dos Santos Dias Cola, 56 anos, foi enterrado na manhã desta quinta-feira (29) no Cemitério e Crematório Parque da Colina, em Niterói. O agente, que era lotado na Subsecretaria de Inteligência da Polícia Civil, morreu na noite de terça-feira, ao ser baleado com um tiro no peito depois de ter ficado no meio do fogo cruzado durante uma troca de tiros entre PMs e bandidos. 

A família do policial ainda está muito abalada com tragédia e não conversou com a imprensa. Um amigo que acompanhou o cortejo reclamou da onda de violência na Região Metropolitana. 

“Está demais essa violência. Um agente de segurança sai de casa para uma caminhada e acaba morrendo baleado porque esses criminosos estão armados no meio da rua. A população está nas mãos dessas pessoas”, desabafou o amigo que pediu para não ser identificado. 

O policial Marcelo dos Santos caminhava com se cachorro pela Rua Noronha Torrezão, em Niterói, quando ficou no meio do fugo cruzado. Além dele, a pedestre Juliana Ribeiro de Souza, de 18 anos, também foi atingida pelos tiros. Os dois foram levados para o Hospital Estadual Azevedo Lima, mas o agente público não resistiu. A mulher recebeu alta horas depois. 

Ainda segundo os policiais envolvidos na ocorrência, dois bandidos foram presos. Um deles foi baleado no confronto e permanece sob custódia no hospital. 

Cerca de 12 horas depois da morte do policial, a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) prendeu um homem suspeito de orquestrar o assalto que resultou na morte do policial. 

Marcelo dos Santos é o 114 agente de segurança baleado na Região Metropolitana em 2021: 47 morreram.

Via: O Dia

Próximo Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *