20 °c
Nilopolis

Policiais do sudeste se unem no combate ao crime organizado nas principais vias que interligam o Rio

Operação Divisas Integradas IV prendeu em 24 horas 20 criminosos, quatro veículos e oito armas

Polícias militares do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo participam da Operação Divisas Integradas IVPMERJ/ Divulgação

Rio – Polícias militares do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo realizam, desde a última quarta-feira (19), uma ampla ação conjunta no combate ao crime organizado nas principais vias que interligam o Rio de Janeiro aos estados do sudeste do Brasil. Somente nas primeiras 24 horas da operação, 20 criminosos foram presos, sendo quatro deles com mandados de prisão em aberto por homicídio. Também foram recuperados quatro veículos roubados e apreendidas oito armas de fogo.

Denominada Divisas Integradas Quatro, a operação mobiliza amplo efetivo para a intensificação do policiamento em estradas e acessos ao Rio, em um trabalho contínuo de abordagens, revistas, verificação de documentações e coleta de dados estratégicos.

A Polícia Militar convocou cerca de 2 mil homens, com o apoio de 164 viaturas e oito cães farejadores. Ao todo, 16 pontos de abordagens farão parte do cinturão atingido pela operação, o que se refletirá em um combate expressivo ao trânsito de armas e entorpecentes entre os entes da federação.

Integrante fundamental na estrutura da operação, o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) dedicará esforços expressivos durante as ações e contará com o reforço de equipes dos batalhões das áreas abrangidas pela iniciativa integrada. A Polícia Rodoviária Federal (PRF), especializada no policiamento das grandes rodovias que cortam o país, também está envolvida na ação.

Para o secretário de estado da PMERJ, coronel Rogério Figueredo de Lacerda, as ações conjuntas são o primeiro passo de uma estratégia que deve ser perpetuada. “Esta operação, para o Rio de Janeiro, vai além do saldo operacional das últimas horas. Ela nos serve como laboratório para um projeto de fechamento permanente das divisas do nosso Estado e que será implementado nos próximos meses”, adiantou o secretário.

A Operação Divisas Integradas Quatro possui ainda um caráter que extrapola o combate direto aos grupos historicamente atuantes no tráfico de drogas, inibindo e combatendo em flagrante os crimes contra a fauna e a flora, assim como o contrabando de combustíveis, cigarros, recursos minerais provenientes de extração irregular dentre outras diversas modalidades criminosas.

Policiais do Grupamento Aeromóvel (GAM), atuando através de aeronaves tripuladas e não tripuladas (drones), e equipes do Comando de Policiamento Ambiental (CPAM) também incorporam as ações e reforçam a identificação dos possíveis crimes ambientais.

Próximo Post