Polícia Militar troca comandante de UPP do Complexo do Lins após morte de Kathlen Romeu

Segundo a corporação, 'as trocas de comando das unidades fazem parte das rotinas estratégicas'

Rio – Após o caso da jovem Kathlen Romeu, de 24 anos, que estava grávida e foi morta durante uma operação policial, na Zona Norte do Rio, a Polícia Militar trocou o comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Complexo do Lins, onde aconteceu a tragédia. Nesta sexta-feira, a corporação também informou que os 12 policiais envolvidos na operação foram afastados das ruas. Em nota, a PM informou que a troca de comando das unidades “fazem parte da rotina estratégica”. 

Segundo o RJTV, além da UPP do Lins, as unidades da Providência, Andaraí e São João também tiveram o comando trocado. 

Próximo Post