Polícia identifica miliciano que executou dois jovens em Nova Iguaçu

O suspeito identificado foi apontado como o responsável por efetuar quatro disparos na cabeça das duas vítimas. Ele e seu comparsa estão foragidos

Segundo as investigações, Igor Russo seria o chefe de uma milícia que atua no bairro Cerâmica e foi o responsável por efetuar quatro disparos nas duas vítimasReprodução / Redes Sociais

Rio – A Polícia Civil identificou um dos suspeitos que aparece em um vídeo executando dois jovens na tarde de quarta-feira (2), no bairro Cerâmica, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O nome dele é Igor Ferreira Correa de Souza, popularmente conhecido como Igor Russo. Ele é o homem apontado por efetuar quatro disparos na cabeça das duas vítimas.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) instaurou um inquérito para investigar a morte dos dois jovens. Duas prisões temporárias foram decretadas no plantão judicial. Igor e o outro comparsa que estava no local, Rafael Lennon Ramos Baptista, estão foragidos. Rafael é dono do carro onde os dois estavam antes da abordagem às vítimas, um Peugeot prata.

A DHBF fez uma perícia na região e segue em outras diligências. As investigações continuam para localizar e prender os autores e esclarecer a motivação do duplo homicídio.

De acordo com as investigações, Igor Russo seria o chefe de uma milícia que atua no bairro Cerâmica. Ele foi reconhecido em vídeo por policiais que o prenderam em maio de 2020, durante uma operação da especializada. Na ocasião, Rafael estava com o carro estacionado perto do local onde Igor foi preso.

Via: O Dia
Próximo Post