Polícia apreende drogas em comunidades do Maciço da Tijuca

Agentes desobstruíram mais de 10 vias públicas localizadas nas comunidades Bateau Mouche, Barão e Covanca, na Praça Seca; do Saçu e Fubá, em Campinho; do Morro do 18, em Quintino; do Lins e da Camarista, no Méier; e do Urubu, em Pilares

Rio – Policiais militares realizaram, nesta sexta-feira, uma operação para reprimir grupos do crime organizado em comunidades localizadas no Maciço da Tijuca. Além da apreensão de armas e drogas, os policiais militares desobstruíram mais de 10 vias públicas localizadas nas comunidades Bateau Mouche, Barão e Covanca, na Praça Seca; do Saçu e Fubá, em Campinho; do Morro do 18, em Quintino; do Lins e da Camarista, no Méier; e do Urubu, em Pilares. A Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, uma das principais vias da região, também teve o policiamento e as abordagens intensificados.

Os grupos criminosos têm travado uma disputa territorial em toda aquela região. De um lado, traficantes de drogas de uma das maiores facções criminosas do Rio. Do outro, milicianos exploradores de serviços fornecidos ilegalmente à população.

Durante as incursões, foram apreendidos um fuzil e drogas a serem contabilizadas na Comunidade do Urubu. Já na Rua da Congregação, em Campinho, foram apreendidos uma pistola calibre 9mm, um revólver calibre 22, peças de fuzil e fardamentos camuflados.

Na Praça Seca, um homem em uma motocicleta foi abordado pelas equipes. Durante verificação, foi constatado que era um criminoso atuante na região. O marginal tentou subornar os policiais oferecendo 5 mil reais à guarnição, sendo conduzido de imediato à 28ª DP (Campinho). O policiamento segue intensificado em toda a região e o conjunto de ações terá continuidade neste sábado (12).

Participaram das ações diversas equipes do COE – Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) e Batalhão de Ações com Cães (BAC) – dos 1º e 2º Comandos de Policiamento de Área (CPAs), da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), do 3º BPM (Méier) e do 18º BPM (Jacarepaguá).

Via: O Dia
Próximo Post