Pastor Marcos Pereira é absolvido da acusação de estupro

Líder religioso havia sido condenado a 15 anos de prisão, mas estava em liberdade desde 2014

Pastor Marcos PereiraDivulgação Seap

Rio – A Justiça do Rio absolveu da acusação de estupro o pastor Marcos Pereira, da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD). O líder religioso foi preso em 2013 pelo crime e inocentado no último dia 11 desse mês. Ele aguardava a decisão em liberdade. 

Marcos Pereira era acusado pela 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, na Baixada Fluminense de abusar sexualmente de uma fiel da igreja. O crime, segundo a suposta vítima, aconteceu em 2006, na Baixada Fluminense. 

A decisão dos desembargadores leva em conta de que o pastor não poderia ser punido porque a denúncia da vítima à polícia transcorreu mais de seis meses depois da data dos abusos. 

Como o suposto estupro aconteceu em 2006 e a vítima, que conhecia o líder religioso, só fez a denuncia em 2012, a decisão final foi baseada sob o artigo 103 do Código Penal. Segundo o artigo, a denúncia deve ser feita em até seis meses após o conhecimento do autor do crime. 

Em setembro de 2013, o pastor Marcos Pereira chegou a ser condenado a 15 anos de prisão. Após recursos da defesa, o religioso ganhou liberdade em dezembro de 2014. 

Nas redes sociais, Marcos Pereira comentou a decisão. 

“Eu fui absolvido de tudo aquilo que colocaram sobre mim, inclusive os 15 anos de condenação”, disse o pastor, ao lado dos filhos. 

Via: O Dia
Próximo Post