No dia da Abolição da Escravatura, manifestantes vão à Candelária por mortes no Jacarezinho

Ato pede pelo fim do genocídio da população negra

Manifestantes estão na Candelária Luciano Belford / Agência O Dia

Rio – Nesta quinta-feira, 13 de maio, Dia da Abolição da Escravatura, diversos manifestantes estiveram em frente à Candelária, no Centro da cidade, pedindo o fim do genocídio da população negra. O ato, que começou por voltas das 17h, aconteceu uma semana após a operação da Polícia Civil na comunidade do Jacarezinho, na Zona Norte, deixar 28 pessoas mortas, entre elas, um agente da instituição. 

No local, protestantes seguravam cartazes com dizeres como: “Se a favela é suspeita, o Estado é culpado”, lar de moradora, respeite” e “pelo fim do massacre israelense contra Gaza. #Palestinalivre”.

Nesta quinta-feira, 13 de maio, Dia da Abolição da Escravatura, diversos manifestantes estão em frente à Candelária, no Centro da Cidade, pedindo o fim do genocídio da população negra. Eles lembraram também dos mortos no Jacarezinho.

 Luciano Belford / Agência O Dia pic.twitter.com/I7VqkxoYxW

— Jornal O Dia (@jornalodia) May 13, 2021

Próximo Post