‘Não leram minha defesa, tenho certeza que o doutor Bretas não leu’, diz Pezão sobre condenação

Ex-governador afirmou, em entrevista, que foi vítima 'de conluio'

Rio – O ex-governador do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, foi condenado a mais de 98 anos de prisão pelos crimes de corrupção passiva, ativa, organização criminosa e de lavagem de dinheiro, na última sexta-feira (4), pelo juiz Marcelo Bretas. Em entrevista dada nesta quinta-feira (10), o ex-governador criticou o magistrado e afirmou que sua defesa não foi lida.

“Só quero que leiam a minha defesa. Tenho certeza de que o doutor Bretas não leu. Eu não sei o que fazer para provar a minha inocência”, disse Pezão à Super Rádio Tupi.

O Dia · Pezão concede entrevista à rádio Tupi

Sobre a condenação, o ex-governador voltou a afirmar que fizeram um conluio contra ele, ou seja, “armaram” para que ele fosse preso.

Condenado desde o fim de 2018, Pezão disse a comunicadora Cidinha Campos que quer saber onde errou. “Eu tenho consciência que eu fiz e da crise que eu enfrentei dentro do estado. Eu estou esperando para mostrarem onde eu errei”, afirmou.

Via: O Dia
Próximo Post