20 °c
Nilopolis

Namorado pede justiça e diz que Kathlen e bebê estarão com ele ‘até último dia’

O designer gráfico Marcelo Ramos, 26, os pais de Kathlen e a avó Sayonara Fátima estão na Delegacia de Homicídios da Capital na tarde desta sexta-feira

Rio – O designer gráfico Marcelo Ramos, 26, namorado de Kathlen Romeu, falou pela primeira vez sobre a morte da jovem, baleada durante confronto na última terça-feira no Complexo do Lins, Zona Norte do Rio. Ele, os pais de Kathlen e a avó estão na tarde desta sexta-feira na Delegacia de Homicídios da Capital (DH). Sayonara Fátima, que presenciou a morte da neta, está sendo ouvida no início desta tarde.

Muito abalado, Marcelo pediu justiça e disse que Kathlen e o bebê estarão com ele “até o último dia”. O marido reafirmou a versão da família de que a bala que atingiu o tórax de Kathlen partiu dos policiais. A PM nega. Os 12 agentes envolvidos na ação foram afastados temporariamente das ruas.

“Até o último dia ela vai estar comigo. Ela e meu neném. E as pessoas vão pagar. Não só os policiais que estavam na hora, mas o comandante também”, disse Marcelo, abalado.

“Kathlen sempre foi batalhadora. Uma mulher preta grávida, que nasceu na favela e era trabalhadora, guerreira, forte, muito forte e destemida. Mas ao mesmo tempo doce, meiga, criança. Iluminada. Ela perdeu a vida de um modo que ninguém merece perder. Ela e o nosso filho. É difícil ficar pedindo justiça, todo dia a gente vê isso e nunca muda. Mas se não tiver ninguém para pedir, aí mesmo que não vai mudar. Por ela quer estou aqui e vou continuar lutando. Ela e nossos amigos da comunidade. Vamos mover ações, fazer tudo para que ela não seja esquecida”, disse Marcelo.

A mãe de Kathlen, Jackeline de Oliveira fez um desabafo emocionado após prestar depoimento e pediu justiça pela vida da filha. “Que ela seja a última. Gravem esse nome: Kathlen Romeu”, disse.

Próximo Post