Mulher e médico são agredidos dentro de hospital em Maricá

A Secretaria de Saúde de Maricá informou que foi aberta uma sindicância para apurar o caso

Rio – Uma mulher e um médico foram agredidos, na madrugada desta terça-feira (27), dentro do Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro de Maricá. Segundo relatos, Elizete Vieira da Silva, de 51 anos, estava dentro do consultório quando um homem entrou no local, a derrubou da cadeira e deu uma “gravata” na vítima.

De acordo com a equipe de plantão no hospital, o agressor não era um paciente, mas chegou ao local visivelmente alterado e ainda teria agredido a irmã. Enquanto a mulher estava em atendimento na unidade, ele surpreendeu até os policiais que atuam no hospital, atacando de surpresa Elizete e um médico que a atendia.

Procurada, a Secretaria de Saúde de Maricá, através da direção do Hospital Municipal Conde Modesto Leal, informou que foi aberta uma sindicância para apurar o caso. A secretaria está levantando as imagens de todas as câmeras de segurança da unidade para esclarecer o ocorrido e tomar as providências cabíveis.

“Ressaltamos que a unidade conta com dois agentes controladores de acesso, seis vigias e dois PMs do PROEIS por plantão. O acusado foi contido e tanto Elizete quanto o médico passam bem”, informou a pasta,  em nota.

Via: O Dia
Próximo Post