20 °c
Nilopolis

Malabarismo da fome

O malabarismo da fomeReprodução

Passando pela Avenida Abelardo Bueno, eu vejo o Emanuel… Esse menino que aparenta ter seus seis anos, pendurado nos ombros de seu pai.

Um menino muito bem cuidado, mas num sol daqueles de rachar o cucuruco.

O pai dele, como mostra a foto, é infelizmente mais um desempregado, solto por algum canto desse Rio de Janeiro…

1 ano e 2 meses sem trabalho! Ou seja, desde que a pandemia começou.

O pai preferiu ir pra rua vender balas do que aguardar auxílios, programas de assistência disso, daquilo, que no papel, na teoria são lindos, mas que não chegam ao bolso do trabalhador.

Isso é muito Brasil… É a gente achar que pode acreditar no “agora vai”, mas na hora, não vai!

E enquanto isso, falta arroz e feijão na mesa de pessoas como esse pai e de Emanuel.

É surreal, desumano saber que diante de uma pandemia e do desemprego, o povo ainda tenha que passar por isso.

Ninguém percebe que a burocracia emperra a vida das pessoas?! A gente sabe que os benefícios já foram aprovados, mas agora precisa agilizar!

Não adianta lançar um “Supera Rio”, um “Auxílio Carioca”, se ele não for pra hoje… Pra hoje não, tem que ser pra ontem!

O que enche barriga e tira o povo da rua não é notícia! E sim ter o direito de poder sacar, comprar e colocar comida no prato.

3,2,1… É DEDO NA CARA!

 

PINGO NO I

Todo mundo que trabalha no trânsito sabe bem onde tem um pardal por aí doido pra registrar uma multa.. Mas agora, é bom reforçar o olhar, hein!

A Secretaria Municipal de Transportes já anunciou a instalação de mais 40 pardais, e também anunciou que, se houver maior arrecadação com as multas, os servidores da CET-RIO vão ganhar um bônus.

Ahhh, que máximo né? Enquanto isso, taxistas e motoristas de aplicativo seguem com lucro menor com as corridas.

É claro que o radar é importante para pegar quem está acima da velocidade, para evitar acidentes… Então, pensando aqui… Não seria mais fácil pegar esse dinheiro e investir em segurança para o trânsito?

Bora colocar o Pingo no I…

A multa tem que ajudar quem anda dentro da lei… Dar bônus pra quem já tem trabalho é mole!

TÁ FEIO!

Tá feio. Coluna Isabele BenitoFOTO DO LEITOR

Olha que maravilha o transporte de qualidade (só que não) que agora cobra R$ 5,80!

A foto foi feita pelo leitor Mateus Campos, que mora em Del Castilho e pega o metrô todos os dias até a estação Cardeal Arcoverde.

“É um serviço péssimo, chega a ser ridículo. Já não basta a quantidade de gente amontoada nos vagões, agora tem que andar com o teto quase despencando na cabeça”, conta Mateus.

É… Aqui no Rio as coisas já saíram dos trilhos faz tempo, só não vê quem não quer.

Por isso, se você me perguntou se tá feio ou tá bonito… É muito deboche com o povo, e tenho dito.

 

Próximo Post