Justiça revoga prisão de pedreiro supostamente confundido com traficante de São Gonçalo

Sandro dos Santos Castilho, de 44 anos, foi preso no 20 de março durante uma blitz do programa Niterói Presente. Segundo familiares, ele teria sido confundido com o criminoso Aleksandro, ligado a traficantes da família Castilho, que atua na Região Metropolitana do Rio

Rio – A Justiça do Rio revogou, nesta segunda-feira, a prisão preventiva do pedreiro Sandro dos Santos Castilho, de 44 anos. Ele foi preso por tráfico de drogas no dia 20 de março durante uma blitz do programa Niterói Presente. Segundo familiares, ele foi confundido com o criminoso Aleksandro, ligado a traficantes da família Castilho, que atua em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que Sandro já deixou o sistema prisional.

O pedreiro estava a caminho do trabalho quando foi abordado. Na blitz, militares informaram que ele tinha um mandado de prisão em aberto. O mandado em questão era de uma operação feita pela Polícia Civil em fevereiro deste ano, que prendeu integrantes de uma organização criminosa que atuava na região de Boaçu, em São Gonçalo.

Próximo Post