domingo, 24 de outubro de 2021
17 °c
Rio de Janeiro

Justiça ordena que Gabriel Monteiro retire três vídeos de seu canal no Youtube

Nos vídeos, o vereador do Rio acusa um coronel da PM de envolvimento com a contravenção. Segundo a justiça, as acusações são gravíssimas e sem nenhuma investigação em andamento

Rio – A justiça determinou que o ex-PM e vereador do Rio Gabriel Monteiro exclua de seu canal no Youtube três vídeos em que acusa o coronel Luciano de Vasconcelos, comandante do 19º BPM (Copacabana), de ser ligado à contravenção. De acordo com a decisão da juíza Luciana Santos Teixeira, à qual O DIA teve acesso, o conteúdo postado extrapola a liberdade de expressão, já que contém imputação criminal sem qualquer denúncia, inquérito ou investigação em andamento contra o oficial da Polícia Militar.

A ordem judicial, assinada no dia 2 de julho, afirma que Monteiro e o Google devem retirar os vídeos do ar em todas as suas plataformas num prazo de 24 horas após a intimação da determinação, sob pena de multa diária no valor de R$ 500. Até às 12h desta segunda-feira, o material ainda estavam no site de vídeos e já haviam ultrapassado 7,5 milhões de visualizações. Os números já são maiores do que os constatados na decisão judicial.

Próximo Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *