Jornalista Eros Ramos de Almeida morre no Rio

Repórter de 60 anos sofria de uma doença degenerativa desde 1995

Rio – O repórter, escritor e crítico de cinema, Eros Ramos de Almeida, de 60 anos, morreu na noite desta quarta-feira (09), após duas semanas internado no Hospital São Lucas, em Copacabana. O jornalista não resistiu a um caso de septicemia, uma complicação grave de infecção.

Eros começou a carreira como estagiário no Jornal O Globo, em 1987 e se estabeleceu na profissão passando por diversas editorias. Um grande destaque de sua carreira foi sua passagem pelo caderno “Rio Show”, onde escrevia críticas de cinema. Sua paixão pelas artes era dividida com a família e o time carioca, Botafogo.

Próximo Post