Homem suspeito de matar e esquartejar companheira é preso

O crime aconteceu em fevereiro, em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, e o criminoso foi preso no Piauí

Rio – Policiais civis da Delegacia de Descoberta da Paradeiros (DDPA) do Rio de Janeiro e da Delegacia de Combate ao Homicídio, Tráfico de Drogas e Latrocínio de Parnaíba, no estado do Piauí, prenderam, na última quinta-feira (1), um homem, que não teve a identidade revelada, suspeito de feminicídio.

Segundo os agentes, ele teria matado a companheira, Célia Aparecida Cardoso, em fevereiro deste ano, em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio. O criminoso foi encontrado na casa do pai dele em Parnaíba, no Piauí.

A equipe localizou o criminoso após um amigo da vítima registrar o desaparecimento dela. De acordo com a Polícia Civil, o autor, mesmo após matar a companheira, continuava a receber aluguéis de imóveis dela, alegando que Célia teria morrido de covid-19, em Mato Grosso do Sul.

Os agentes realizaram diligências, ouviram testemunhas e chegaram ao suspeito. Ainda segundo as investigações, depois de matar a mulher, ele esquartejou o corpo e abandonou uma parte em Guaratiba e outra em Deodoro, na Zona Oeste.

Os policiais constataram que o criminoso se apresentava como agente de segurança pública, era violento e já havia agredido a vítima outras vezes. Após capturado, ele foi trazido para o Rio de Janeiro e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Via: O Dia
Próximo Post