Homem negro é acusado de roubo por gerente de loja, que volta atrás e pede desculpa

A funcionária pediu para que ele abrisse a mochila e notou que não havia nada lá

Rio – Um homem negro, identificado como Júlio Muniz, de 34 anos, estudante de psicologia e morador da Pavuna, na Zona Norte, foi acusado de roubo por uma gerente da varejista lojas Leader, do Shopping Jardim Guadalupe, localizado na Avenida Brasil. De acordo com Júlio, ele estava olhando uma blusa para comprar, quando mexeu na mochila para pegar o celular e a gerente disse que ele estava roubando a peça.

“Eu estava olhando a camiseta e logo depois mexi na minha mochila para pegar meu telefone. Ela [gerente] veio para cima de mim, mandou eu abrir a mochila e disse: ‘Devolve!’. Eu abri e não tinha nada. Quando ela viu, me pediu desculpas junto com outros funcionários da loja. Eu não quero desculpas”, disse Júlio indignado. 

Próximo Post