Homem acusado de matar delegado no Espírito Santo é preso em Campo Grande

Criminoso estava foragido da Justiça há mais de vinte anos

Francisco e acusado de homicídioReprodução

Rio – Um homem identificado como Francisco da Cunha Crespo, de 64 anos foi preso, nesta segunda-feira (10), após 27 anos foragido da Justiça. Ele foi encontrado em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. De acordo com a Polícia Civil, ele é acusado do homicídio do delegado Edilson Caetano, na época com 27 anos, no dia 3 de julho de 1994, em Vitória, no Espírito Santo.

Francisco foi capturado por agentes do 2º DPA (Departamento de Polícia de Área), coordenados pela Delegada Carolina Salomão Albuquerque, em conjunto com a Subsecretaria de Inteligência (SSINTE). Segundo as investigações, Francisco era associado à Scuderie Detetive Le Cocq, uma instituição registrada como “benemérita e filantrópica”, porém com acusações de envolvimento em atividades paramilitares e com o crime organizado.

O processo criminal corre na 4ª Vara Criminal de Vila Velha – Tribunal do Júri, no Espirito Santo, onde aguardava a captura do foragido.

Próximo Post