Grávidas que tomaram primeira dose de AstraZeneca poderão receber Pfizer na segunda dose

Secretário Municipal de Saúde, Daniel Soranz, anunciou a mudança nas redes sociais. Dez países autorizam mistura de AstraZeneca e Pfizer

Rio – A Secretaria Municipal de Saúde do Rio autorizou que gestantes que receberam primeira dose de AstraZeneca contra a Covid-19 tomem a segunda dose de Pfizer. O anúncio foi feito durante a madrugada desta terça-feira (29) pelo secretário Daniel Soranz, nas redes sociais, e foi baseado em recomendações do comitê científico da prefeitura. Para receber as vacinas diferentes, as gestantes deverão ser orientadas pelos seus médicos.

A segunda dose deve ser aplicada doze semanas após a primeira. “Seguindo a recomendação do nosso comitê: As gestantes que tomaram a primeira dose da vacina Astrazeneca poderão, mediante avaliação dos riscos e benefícios com seus médicos, realizar a segunda dose com a vacina da Pfizer 12 semanas após a primeira dose”, escreveu o secretário municipal de Saúde.

Próximo Post