Governador do Rio lamenta morte de Bruno Covas

Prefeito de São Paulo morreu neste domingo, aos 41 anos

Após um ano e meio lutando contra um câncer agressivo, Covas, de 41 anos, teve uma piora e seu quadro de saúde foi considerado irreversívelGoverno do Estado de São Paulo/Divulgação

Rio – O governador Cláudio Castro lamentou a morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas. O político tinha 41 anos e faleceu neste domingo (16), após uma longa luta contra o câncer do sistema digestivo.

Em nota, Castro disse que a trajetória de Covas ainda seria “repleta de conquistas” e classificou a morte do prefeito de São Paulo como uma “grande perda para o Brasil”. 

Bruno Covas será sepultado no Cemitério do Paquetá, em Santos, no litoral de São Paulo. O local é o mesmo que seu avô, Mário Covas, foi enterrado há 20 anos.

Confira a nota do governador do Rio na íntegra:

“Com profunda tristeza recebi a notícia do falecimento do prefeito Bruno Covas. É uma morte extremamente precoce que interrompe uma trajetória que ainda seria repleta de conquistas. Uma grande perda para o Brasil com a partida deste jovem, líder e democrata. Com coragem e serenidade, enfrentou uma doença terrível e, infelizmente, não resistiu. Presto minhas condolências e peço a Deus que dê conforto à família, amigos e ao povo da cidade de São Paulo”, disse a nota.

Próximo Post