Governador do Rio exonera diretor do Degase após denúncias de abusos em unidade

Cláudio Catsro determinou que a Polícia Civil apure e investigue as denúncias. Cinco agentes foram afastados por determinação da jutiça

Rio – O governador do Rio, Cláudio Castro (PL), exonerou o diretor geral do Departamento de Ações Socioeducativas (Degase) e o Corregedor do órgão, após denúncias de abusos sexuais contra adolescentes internadas da unidade socioeducativa feminina Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (CENSE PACGC), na Ilha do Governador. A pedido do Ministério Público do Rio e da Defensoria do Estado, a justiça pediu o afastamento de cinco agentes e do diretor. 

A denúncia entregue à Justiça do Rio mostra uma série de episódios de abusos contra as internas. Além disso, duas menores acabaram engravidando dentro do Cense. Uma delas sofreu aborto espontâneo.

Próximo Post