Famílias que ocuparam prédio da Faperj são cadastradas em projeto habitacional do Estado

Prefeitura do Rio também se comprometeu em viabilizar o terreno para a construção das habitações

Rio –  O Governo do Rio informou que iniciou, neste fim de semana, o cadastramento de cerca de 150 famílias que ocuparam o prédio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), na Rua da Alfândega, no Centro do Rio, na última semana. Após esse registro, as famílias serão inclusas em um projeto de edificação das unidades habitacionais, que teve o apoio da Prefeitura do Rio, que se comprometeu em viabilizar o terreno.

Na sexta-feira (25) a Polícia Militar tentou que o prédio fosse totalmente desocupado, mas a Secretaria de Infraestrutura e Obras do Estado do Rio de Janeiro garantiu que os moradores não serão despejados até terça-feira (29), quando haverá uma reunião. A luta agora é para que estas famílias continuem no local até que um novo lugar seja disponibilizado.

Próximo Post