20 °c
Nilopolis

Falta de doses de Coronavac e Pfizer interrompe vacinação de grávidas e puérperas

Apenas os imunizantes podem ser utilizados neste grupo

Rio – A prefeitura do Rio suspendeu a vacinação de grávidas e puérperas com comorbidades por falta de doses da Pfizer e CoronaVac. Desde o último dia 11, apenas os dois imunizantes podem ser aplicados em pessoas deste grupo. A medida foi posta em vigor após uma nota da Anvisa orientando a suspensão imediata da imunização de gestantes pela vacina Oxford/AstraZeneca. Na capital, puérperas também tiveram a campanha interrompida.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o município não conta com nenhum dos dois imunizantes e aguarda envio pelo Ministério da Saúde. “Assim que estas vacinas estiverem disponíveis, nova data para vacinação deste público deverá ser divulgada”, explicou a pasta.

Próximo Post