quinta-feira, 21 de outubro de 2021
17 °c
Rio de Janeiro

Estado investe mais de R$ 50 milhões em construções e reforma de unidades habitacionais

Valores serão injetados em obras na Capital, Baixada Fluminense, Serra, Norte, Noroeste e Médio Paraíba

Rio – Conjuntos habitacionais na Capital, Baixada Fluminense, Região Serrana, Norte, Noroeste e Médio Paraíba receberão um investimento de R$50 milhões do governo do Estado para reformas e construções de novos imóveis. O projeto para o valor investido também inclui obras de urbanização em diversos municípios do Rio. Os recursos já foram liberados pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras e a previsão é que as intervenções sejam executadas de imediato.

“O combate à pobreza é uma das minhas principais preocupações, e o governo tem olhado para a população que mais precisa e que mais foi afetada pela pandemia da covid-19. Estamos trabalhando em várias frentes. Além do programa SuperaRJ, que garante auxílio emergencial para famílias que vivem na pobreza, investiremos em moradias dignas por meio da construção de novos imóveis e da revitalização de conjuntos habitacionais em todo o estado. A meta é, até 2022, impulsionar o desenvolvimento de todas as regiões fluminenses”, explicou o governador Cláudio Castro.

A maior parte do valor liberado pelo governo (R$ 40 milhões), será usado pela Companhia Estadual de Habitação (Cehab) para novas unidades e urbanização de áreas vulneráveis. Cerca de R$ 10 milhões são destinados à Empresa de Obras Públicas (Emop) para a revitalização de oito condomínios das décadas de 60, 70 e 80. O secretário de Infraestrutura e Obras, Max Lemos, diz que a proposta é transformar o Rio de Janeiro em um grande canteiro de obras.

“Além de pacotes de obras quinzenais, estamos também retomando obras que estavam paradas e que têm como foco essa diretriz, de dar habitabilidade a regiões que ainda sofrem as mazelas da falta de infraestrutura. A prioridade para a contratação dos funcionários dessas obras é de moradores da região, como forma de ajudar a comunidade local a gerar renda, principalmente nesse momento de pandemia. Os pacotes de obras significam mais qualidade de vida para a população e geração de emprego e renda para as cidades beneficiadas”, disse o chefe da pasta.

Conclusão de obras

O governo do Rio informou que na área habitacional, a previsão é que sejam concluídas as obras de 28 apartamentos, em quatro blocos, do Condomínio Eldorado II, que está em fase final de construção no município de Queimados, na Baixada Fluminense. Em unidades da Posse, em Petrópolis, na Região Serrana, estão sendo realizados serviços de conservação em seis blocos de; também está em andamento a construção de 100 imóveis em Quissamã, no Norte; a finalização de 188 casas no bairro Boa Vista, em Laje do Muriaé, no Noroeste; e o início da construção de 64 casas em Resende e 63 em Porto Real, no Médio Paraíba.

Os recursos também serão usados para a conclusão da urbanização da localidade Vargem Alegre, em Barra do Piraí, onde 88 casas de dois andares estão prontas, e nos bairros de Cabuçu, Curuzu e São José, em Itaboraí. Estão previstas ainda obras para agilizar as intervenções no bairro Inconfidentes, em Austin, em Nova Iguaçu, e Eldorado 3, em Queimados.

Revitalização de condomínios

Na capital, as reformas em conjuntos habitacionais serão realizadas na Cidade de Deus e Santa Margarida, em Jacarepaguá, atendendo 28 prédios, com 1.128 famílias; Dom Pedro I e Rua da Gazela, em Realengo, com 24 prédios e 960 famílias; e Bento Cardoso, na Penha, e Zaira Duna, em Brás de Pina, com 38 prédios e 1.520 famílias. As obras são de melhoria nas áreas comuns, pintura nas fachadas e corredores, reforma nas coberturas e caixa d´água. Em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, as reformas estão acontecendo nos conjuntos Tertuliano Potyguara e Santa Eugênia.

Via: O Dia

Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *