Diretor de presídio em Niterói é suspeito de usar carro oficial para ir em motel

A Seap abriu inquérito e vai investigar o caso. Secretário classifica como 'inadmissível' o uso de veículo para tal prática e irá exonerar o diretor. Ele nega as acusações

Rio – A Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) informou que vai exonerar o diretor Anderson Teixeira, do Instituto Penal Edgar Costa, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. Ele foi denunciado após o carro oficial ter sido flagrado entrando em um motel da cidade. O órgão vai investigar se o veículo era usado por ele ou por outro servidor. 

Em entrevista à TV Globo, Anderson negou a acusação. O Dia entrou em contato com a Seap, que classificou como ‘inadmissível’ que um carro oficial seja usado para tal prática. Além da exoneração do cargo, ele irá responder em processo administrativo. 

Próximo Post