DH vai investigar ação de policiais na morte de Ecko

Ministério Público também acompanhará investigação. Perícia foi realizada na casa onde Ecko foi encontrado e também na van, onde o miliciano foi resgatado para embarcar no helicóptero

Rio – A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) afirmou que irá investigar a ação das equipes policiais que participaram da operação de captura de Wellington da Silva Braga, o Ecko, que morreu durante o socorro médico neste sábado (12). Ecko foi encontrado em uma casa na comunidade Três Pontes, em Paciência, Zona Oeste do Rio, e chegou a ser resgatado de helicóptero para o Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, Zona Sul da cidade, mas o miliciano morreu no caminho.

Em nota, a Polícia Civil confirmou que a perícia foi realizada em dois locais diferentes, “tanto no interior da residência, como durante o socorro no interior da van”. Atingido por um disparo durante a fuga, Ecko foi levado de van pela polícia até um campo de futebol, onde o helicóptero pousou. Mas no trajeto o criminoso tentou retirar a arma de uma policial feminina, e foi alvejado mais uma vez, no peito. 

Próximo Post