Detran.RJ abre posto do Largo do Machado para circuito cultural

Neste sábado, a unidade recebeu evento com barracas de artesanato, moda e gastronomia, e apresentação de grupo de forró

Circuito Carioca de Artes e Culturas aconteceu no Largo do MachadoDivulgação

Rio – O Detran.RJ começou a oferecer o uso de seus espaços no Largo do Machado, na Zona Sul do Rio, para a cultura e a economia criativa. Neste sábado, a unidade abriu as portas pela segunda vez para a feira do Circuito Carioca de Artes e Culturas, com barracas de artesanato, moda e gastronomia, e apresentação de grupo de forró.

O presidente do Detran.RJ, Adolfo Konder, incentivador das atividades culturais em espaços públicos, visitou a feira à tarde e afirmou que o Detran vai contribuir para a retomada da economia criativa no Estado do Rio.

“Estamos recebendo o Circuito Carioca, fazendo mais uma vez a integração do Detran com a cultura, humanizando os postos, dando um sentido de pertencimento territorial dos postos à vizinhança. Hoje tivemos forró, tivemos artes, gastronomia, tudo junto. Essa é a nossa vontade: abrir os postos do Detran, nos momentos livres, para que a comunidade possa estar aqui. E a gente possa fazer cultura, fazer arte e contribuir também para a economia criativa do nosso estado”, disse Konder.

O presidente foi recebido pela coordenadora do Circuito Carioca, Karla Maria Costa, e pela vice-presidente do Conselho Municipal de Cultura da cidade do Rio, Rosa Perdigão, que levou para a feira seus deliciosos quitutes, como abará, acarajé, bobó de camarão e doces típicos baianos.

O posto do Largo do Machado, na Rua do Catete, 325, vai receber a feira todos os sábados, de 10h às 18h, e a iniciativa pode ser estendida a outras unidades do Detran, assim como outros eventos culturais.

“Entendemos que, para o Governo do Estado, este é o momento de retomada da economia criativa no Rio de Janeiro. Por isso, estamos aqui hoje disponibilizando o posto do Largo do Machado para um evento especial como esse, respeitando todos os cuidados sanitários devido à pandemia”, afirmou o presidente do Detran, Adolfo Konder.

Via: O Dia
Próximo Post