20 °c
Nilopolis

Detran inaugura sala para monitorar postos de atendimento

Espaço será operado por funcionários das principais diretorias de serviços do órgão

Para centralizar o trabalho, o órgão criou a Comissão Especial de Monitoramento das Unidades de Serviço Divulgação/Detran-RJ

Rio – O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RJ) inaugurou nesta quarta-feira (19), uma sala de monitoramento totalmente informatizada, na sede do órgão, no Centro do Rio. Do local, será possível acompanhar, em tempo real, o atendimento prestado aos usuários nos postos de todo o estado.

A sala de monitoramento será operada por funcionários das principais diretorias de serviços do órgão, sendo elas Registro de Veículos, Habilitação e Identificação Civil, e conta com um painel eletrônico com imagens de câmeras de TV, que registram a movimentação nos postos, além de gráficos com informações sobre o status de funcionamento de todos os postos.

O presidente do Detran, Adolfo Konder, explicou que a nova sala de monitoramento é muito importante para que o Departamento possa melhorar o atendimento aos usuários. “Neste ambiente serão produzidos dados fundamentais para que possamos analisar onde e como é possível melhorar os serviços prestados. Um sistema como o que inauguramos hoje vai nos ajudar a ter um olhar mais moderno sobre o serviço público”, afirmou o presidente.

Para centralizar o trabalho, o órgão criou a Comissão Especial de Monitoramento das Unidades de Serviço (Cemus), vinculada à Assessoria de Gestão e Modernização (Agem). Na nova sala, a comissão poderá acompanhar, a qualquer momento, em um dos mapas coloridos do painel analítico, as unidades que estão funcionando normalmente e as que enfrentam problemas no atendimento. Dessa forma, será possível oferecer uma resposta mais rápida para a regularização dos serviços.

Serão analisados o tempo médio de atendimento aos usuários em cada posto e a quantidade de serviços realizados pelos funcionários. Para consolidar o monitoramento, vão ser produzidos relatórios diários para as diretorias, contendo as situações identificadas e as ações propostas para resolvê-las.

O monitoramento por câmeras começou pelos postos de vistoria de veículos e será ampliado, em breve, para os postos de habilitação e de identificação civil. De acordo com a assessora-chefe de Gestão e Modernização do Detran, Juliana Gonçalves, a Comissão de Monitoramento vai acompanhar a produtividade dos postos e, quando preciso, entrar em contato com as unidades.

“Vamos oferecer ajuda e propor soluções para melhorar a nossa comunicação e integração, além da prestação dos nossos serviços”, explicou ela. Em junho, a Cemus vai ministrar um curso de Gestão e Logística para chefes de 20 postos, também com o objetivo de prestar um serviço de melhor qualidade aos usuários.

Próximo Post