20 °c
Nilopolis

Detran começa a usar drones para fiscalizar ‘pegas’

Agentes de trânsito filmaram a operação e veículos que estavam estacionados em um posto de gasolina próximo

Agentes monitoraram ‘pegas’ na Avenida das AméricasDivulgação

Rio – O Detran.RJ realizou, na noite desta quarta-feira, na Avenida das Américas, Barra da Tijuca, a primeira operação de fiscalização de trânsito com o apoio de drones. Os aparelhos foram usados para monitorar motoristas que estão participando de ‘pegas’, colocando em risco a vida da população que trafega nas vias. Os agentes de trânsito filmaram a operação e veículos que estavam estacionados em um posto de gasolina próximo. A ação contou com a participação do Gabinete de Segurança Institucional do governo estadual.

Participar de ‘pegas’ é crime de trânsito. Se os agentes identificarem veículos participando de corridas em vias públicas, os motoristas flagrados serão conduzidos à delegacia para autuação. As imagens gravadas pelo drone serão usadas para comprovar a prática criminosa.

Na operação desta quarta-feira, os agentes abordaram 43 motoristas e fizeram 24 autuações por diferentes irregularidades. Os condutores autuados receberam sete dias úteis para regularizar a situação de seus veículos e comprovar que os problemas foram sanados. Após este prazo, as infrações serão registradas no sistema e os veículos estarão proibidos de circular.

A operação aconteceu no trecho em frente à casa de shows Ribalta. A Avenida das Américas é uma das principais vias do bairro e ponto onde normalmente os pegas acontecem, principalmente em vésperas de fim de semana e feriados. Desde maio, o Detran intensificou as fiscalizações a corridas ilegais e também a motos que circulam com o sistema de escapamento adulterado, causando barulho excessivo. A irregularidade vem sendo flagrada e combatida pelo Detran, principalmente neste período de pandemia, em que as entregas em domicílio aumentaram.

Somente em maio, o Detran realizou 19 operações de fiscalização na Barra para coibir principalmente essas infrações. No total, foram 139 autuações por Certificados de Registros e Licenciamento de Veículos (CRLV) vencidos e 30 por uso de carteiras de habilitação vencidas (fora do prazo estendido pela portaria do Contran), em 1.133 abordagens realizadas.

Via: O Dia
Próximo Post