Deputado suspeito de assassinato compõe Comissão de Ética da Alerj

Em 2012, o parlamentar chegou a ser preso após uma denúncia do Ministério Público alegando que ele seria chefe de um grupo de milicianos

Rio – O deputado Vandro Família (Solidariedade), suspeito de ser o mandante de um assassinato de um adversário político em 2019, entrou para compor a Comissão de Ética da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Em 2012, o parlamentar chegou a ser preso após uma denúncia do Ministério Público alegando que ele seria chefe de um grupo de milicianos que atuava em Macaé, Região Metropolitana do Rio. Em março deste ano, Vandro foi reeleito presidente da Comissão de Obras Públicas da Alerj,

Próximo Post