Delegado se passou por mulher e encomendou camisetas para prender colega que o investigava

O DIA teve acesso à denúncia que mostra Maurício Demétrio realizando encomenda que seria apreendida. Ele foi preso nesta quarta-feira na operação Carta de Corso

Rio – O Ministério Público do Rio (MPRJ) descobriu que o delegado da Polícia Civil Maurício Demétrio forjou uma apreensão para conseguir prender em flagrante, seu colega, delegado Marcelo Machado, que o investigava por extorquir comerciantes que vendiam roupas falsificadas em Petrópolis, na Região Serrana. Machado era sócio de uma confecção e foi acusado injustamente de comercializar produtos piratas, em março, durante a operação Raposa no Galinheiro.

Demétrio foi preso na manhã desta quarta-feira, durante a Operação Carta de Corso.

Próximo Post