Defesa de Flordelis quer suspeição de juíza responsável pelo processo que julga a morte de Anderson do Carmo

Advogados querem que todo o processo seja refeito por outro magistrado. A deputada é ré e acusada de ser mandante do assassinato do marido

Rio – Os advogados de defesa da deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD) protocolaram, na última sexta-feira (25), um pedido de afastamento da juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, do processo que julga o envolvimento da parlamentar na morte do marido, o pastor Anderson do Carmo. Ela é ré e, segundo a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio, apontada como mandante do crime. Assim como os outros presos, a líder religiosa vai a júri popular. 

A defesa que anular todo o processo que percorreu sob os cuidados da juíza Nearis. Eles alegam que a magistrada não teve imparcialidade e prejudicou o direito de defesa da ré. 

Próximo Post