Covid-: Estado do Rio recebe mais de 450 mil doses da Astrazeneca nesta segunda

Os imunizantes são de um montante de 5,9 milhões que serão distribuídos para todos os estados do país

AstrazenecaAFP

Rio – O Rio receberá, nesta segunda-feira (31), 453,2 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford, produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Os imunizantes são de um montante de 5,9 milhões que serão distribuídos para todos os estados do país e o Distrito Federal nos próximos dias.

A estratégia de distribuição é revisada semanalmente em reuniões entre União, estados e municípios, observando as confirmações do cronograma de entregas por parte dos laboratórios. O objetivo é garantir a cobertura do esquema vacinal no tempo recomendado de cada imunizante, no caso da vacina da Fiocruz, o intervalo entre as doses é de 12 semanas.

Com essa remessa, mais de 46 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Fiocruz já terão sido entregues ao ministério. Desde o início da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, foram destinados mais de 96,5 milhões de doses de imunizantes dos laboratórios contratados para todo o País.

Serão entregues lotes do imunizante Oxford/AstraZeneca destinados à primeira aplicação do esquema vacinal

Os municípios do Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo e Maricá retiraram suas remessas, neste sábado (29), na Coordenação Geral de Armazenagem da SES, em Niterói. Para os outros 88 municípios, a entrega ocorre a partir das 7h desta segunda-feira (31), por caminhões e vans que partirão da CGA, com escolta da Secretaria de Polícia Militar.

A Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS) envia, nesta segunda-feira (31), ofício às vigilâncias municipais com a orientação sobre a aplicação do imunizante, conforme os grupos prioritários elencados pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde (MS), e seguindo o Calendário Único de Vacinação do Estado.

Público prioritário:

– Pessoas com comorbidades;

– Pessoas com deficiência permanente (autismo; paralisia cerebral; renais crônicos em diálise; nanismo; mielomeningocele; deficientes visuais, acima de 18 anos)

– gestantes e puérperas com comorbidades;

– Pessoas em situação de rua;

– Grupos especiais ( Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade e População Privada de Liberdade; Trabalhadores da Educação do Ensino Básico – creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizante e EJA; Trabalhadores da Educação do Ensino Superior; Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas.)

– Pessoas com 59 a 55 anos

Calendário Único

A campanha de vacinação contra a covid-19 ganhou um calendário único no Estado do Rio de Janeiro. Com início definido para junho, o calendário tem o objetivo de padronizar as ações de imunização. A iniciativa da SES foi pactuada com os 92 municípios do estado na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), e publicada no Diário Oficial da última quarta-feira (26). O calendário único começará com a vacinação dos grupos prioritários, conforme previsto pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19 (PNO), do Ministério da Saúde, e depois segue por faixa etária.

 

Via: O Dia
Próximo Post