Covid-19: Rio tem 24 municípios sem registrar mortes há duas semanas

Estado teve 27% de redução no número de óbitos provocados pela doença e queda de 18% nas internações

Rio – Há duas semanas, 24 municípios do estado do Rio de Janeiro não registram mortes pela covid-19, segundo um levantamento realizado por técnicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES). A análise levou em consideração dados das semanas epidemiológicas 27 e 28, período de 4 a 17 de julho.

As cidades sem óbitos causados pela doença são Aperibé, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cambuci, Cantagalo, Cardoso Moreira, Carmo, Comendador Levy Gasparian, Cordeiro, Duas Barras, Italva, Itaocara, Laje do Muriaé, Macuco, Miguel Pereira, Paracambi, Paty do Alferes, Rio das Flores, Santa Maria Madalena, São José de Ubá, São Sebastião do Alto, Sumidouro, Trajano de Moraes e Varre-Sai.

“Importante destacar que essa análise não pode ser feita com semanas tão próximas. É preciso respeitar 15 dias, ao menos, para que as informações estejam mais consolidadas. O resultado é consequência da vacinação no estado do Rio de Janeiro, que já atingiu mais de 50% de toda população fluminense adulta com ao menos uma dose da vacina”, explica o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

A SES alertou que muitos casos são notificados após a data do óbito. Por isso, desde o início da pandemia, a recomendação é que a análise das informações seja feita pela data de ocorrência da morte e não pela data de notificação ou confirmação.

A 41ª edição do Mapa de Risco da Covid-19, divulgada nesta sexta-feira (30), mostra que o estado do Rio de Janeiro teve 27% de redução no número de óbitos provocados pelo vírus. As internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) caíram 18% na comparação entre as semanas epidemiológicas 28 (de 11 a 17 de julho) com a 26 (27 de junho a 03 de julho) de 2021.

Já as taxas de ocupação de leitos no estado estão em patamares estáveis, com 56% para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 35% para leitos de enfermaria. Com os indicadores reduzidos, o estado do Rio de Janeiro segue, pela terceira semana consecutiva, com a classificação de bandeira amarela, ou seja, de baixo risco de contrair a doença.

Via: O Dia
Próximo Post