Covid-19: Rio se mantém na bandeira laranja

A cor representa risco moderado de contrair a doença

Covid-19: Rio se encontra na bandeira laranja Governo do Rio / Divulgação

Rio – A 32ª edição do mapa de risco da covid-19, divulgada nesta sexta-feira pela Secretaria de Estado de Saúde, mostra que o Rio se mantém em bandeira laranja (risco moderado de contrair a doença). Há piora do cenário epidemiológico em duas regiões que estavam com bandeira amarela (risco baixo) passando para a laranja: Baixada Litorânea e Centro-Sul. As regiões Metropolitana I, Baía da Ilha Grande e Noroeste permanecem com risco alto (bandeira vermelha). Médio Paraíba, Metropolitana II e Serrana continuam com bandeira laranja. E o Norte Fluminense segue na bandeira amarela.

A análise compara a semana epidemiológica 19 (9 a 15 de maio) com a 17 (25 de abril com 1 de maio) de 2021. Cada bandeira representa um nível de risco e um conjunto de recomendações de isolamento social, que variam entre as cores roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).

De acordo com o governo, o estado apresentou uma redução de 25% no número de óbitos, e as internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) caíram 25% na comparação entre as semanas epidemiológicas analisadas. As taxas de ocupação de leitos no estado, nesta sexta-feira (28), são 85% para leitos de UTI e 58% para leitos de enfermaria.

Na Baixada Litorânea, houve um aumento na taxa de ocupação de leitos de UTI. A Centro-Sul apresentou aumento no número de óbitos e na taxa de ocupação de leitos de UTI. Esses fatores impactaram na mudança de faixa de alerta, que passou da bandeira amarela para laranja.

Os resultados apurados para os indicadores apresentados devem auxiliar a tomada de decisão, além de informar a necessidade de adoção de medidas restritivas, conforme o nível de risco de cada região.

Via: O Dia
Próximo Post