Comando Vermelho faz filial no Amazonas e lava R$ 126 milhões em 1 ano e meio

Polícia Civil realiza operação para cumprir 18 mandados de prisão temporária e prender traficante que comandou ataques em Manaus

Rio — A Secretaria de Polícia Civil do Rio, em conjunto com as polícias civis do Amazonas e  São Paulo, realiza a realiza a “Operação Rio Amazonas”, na manhã desta sexta-feira, dia 16, para desarticular um esquema de lavagem de dinheiro que movimentou R$ 126 milhões, em um ano e meio, do Comando Vermelho. O esquema envolvia células da facção nos estados do  Rio de Janeiro e Amazonas. 

A ação também tem como alvo o traficante Wuellington Cardoso dos Santos, vulgo Mano Kaio,  um dos principais líderes da facção amazonense, responsável pela ordem para os ataques na cidade de Manaus. Conforme O DIA divulgou ontem, com exclusividade, as ordens para os ataques, que duraram três dias no Amazonas, e atingiram sete cidades, tiveram participação de lideranças escondidas no Rio de Janeiro.

Próximo Post