20 °c
Nilopolis

Circulação dos trens no ramal de Gramacho é suspensa após corpo ser encontrado nos trilhos

A Polícia Militar foi acionada para a ocorrência

SuperViaReprodução

Rio – A SuperVia teve que suspender temporariamente na manhã desta sexta-feira a circulação dos trens no ramal Gramacho e nas extensões Vila Inhomirim e Guapirim, por conta de um corpo encontrado nos trilhos da estação Saracuruna, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O serviço foi normalizado às 11h40.

A Polícia Militar foi acionada para a ocorrência. Ainda não há informações sobre identificação da vítima e o que ocasionou a morte.

Nas redes sociais, muitos passageiros reclamaram da suspensão do transporte. “Sacanagem, todo mundo saiu do trem indo embora pegar o ônibus. Eu vou ter que voltar para casa, porque não tenho dinheiro pra pegar ônibus. Eu ia fazer um bico pra ganhar R$ 100 no Méier, ia gastar só uma passagem fazendo baldeação”, disse uma mulher.

“O pior é que SuperVia na estação informava que só estava com intervalo irregular, nós passageiros ficamos aguardando, porque até então tem trem, depois de perder muito tempo esperando, vêm a informação do interrompimento do circulação”, lamentou mais uma passageira. “Plataforma Gramacho do Maracanã está lotada e sem trem”, disse mais um usuário.

Usuários cobram melhorias

Os passageiros do ramal Saracuruna sofrem com baldeação e pedem a conclusão das obras de duplicação dos trilhos, prometida há quase 10 anos e jamais finalizada, além de melhorias na infraestrutura das estações. 

“Eu uso trem há uns 15 anos e sempre tivemos problemas. Em 2015 começou a baldeação e infelizmente piorou o cenário, como a gente já previa. O trecho só tem uma linha, a solução é a duplicação. Na estação, às vezes chegam três trens no Gramacho para sair um para Saracuruna”, conta o gestor de logística Douglas Mendonça. De tanto passar sufoco, Douglas decidiu criar, há dois anos, um grupo no Whatsapp para usuários do ramal trocarem informações sobre a circulação do trens. O grupo conta com mais de 125 participantes. Muitos já optaram pelos ônibus, mesmo sendo mais de R$ 4 mais caro – valor médio de R$ 9,65, contra R$ 5 da tarifa unitária no trem.

Pedido antigo dos moradores da região, a promessa de duplicação do trecho entre Gramacho e Saracuruna é de 2012. À época, a obra, orçada em R$ 50 milhões, previa a construção de 11 quilômetros de malha férrea e dois pátios de manobra. A conclusão estava prevista para junho de 2013. Mas deste então, a realidade dos usuários é o longo tempo de intervalo na baldeação, que chegam a durar mais de 40 minutos, segundo moradores.

Em nota, a Supervia negou que haja 40 minutos de tempo de espera, e afirmou que a baldeação “teve como objetivo principal reduzir os intervalos no ramal e garantir viagens mais rápidas aos passageiros. Além disso, a alteração também proporcionou outros benefícios como a operação por intervalos e não mais por horários, e a oferta de 100% das viagens entre Gramacho e Saracuruna em trens com ar-condicionado”.

Sobre as obras de duplicação, a concessionária informou que “vem realizando investimentos no sistema ferroviário de acordo com as prioridades dos sistemas, avaliações operacionais e oportunidades de melhoria da prestação do serviço. Esta avaliação abarca os 270km de via com 104 estações, se fazendo necessária uma avaliação de prioridades”.

Próximo Post