Cantor do grupo Molejo tem pedido de indenização negado na Justiça do Rio

Maycon Adão acusa o cantor Anderson de estupro. O suposto crime teria sido cometido dentro do quarto de um motel, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio

Rio – A Justiça do Rio negou o pedido do cantor Anderson Leonardo, do grupo Molejo, de indenização por danos morais e materiais pela divulgação do caso em que é acusado de estupro a Maycon Adão, que teria sido divulgado pela própria vítima. Segundo o Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ), o cantor havia pedido que a ação tramitasse em segredo de justiça, que foi decretado, no entanto, ele mesmo fez publicações sobre o assunto, assim como o réu, contrariando a decisão.

Para a juíza Ana Paula Azevedo Gomes, da 7ª Vara Cível Regional de Campo Grande, “essa publicidade não apenas caracteriza descumprimento de ordem judicial, mas tem um outro efeito: esvazia a própria demanda”. A magistrada explicou ainda que cabe ao juízo criminal averiguar se houve ou não estupro e que, se o dano é causado pelo artista ter sido exposto e o próprio cantor divulga o assunto, não há que se falar em indenização.

Próximo Post