Cangaceiros do crime e Primeiro Comando de Vitória migram para o Rio

Saiba quem são os criminosos procurados em outros estados que passaram a dar ordens do Rio, segundo a polícia. 'É possível que a cultura do crime deles venha bater na nossa porta. Assaltos com peixeiras, por exemplo', diz subsecretário

Rio — Em um baile funk no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, filmado neste ano, dois homens dançam exibindo fuzis. A cena, corriqueira nas investigações sobre o tráfico de drogas da Polícia Civil do Rio, chama a atenção por um detalhe: os criminosos são líderes do Comando Vermelho no Ceará e passaram a se esconder no Rio de Janeiro para gerenciar o tráfico no nordeste. Eles se intitulam Tropa do Lampião ou Bonde do Fantasma.

A polícia tem feito operações e conseguiu prender alguns integrantes do bando, além de identificar líderes de outros oito estados que migraram para o Rio, conforme O DIA noticiou nesta quinta-feira.

Os bandidos que aparecem no vídeo foram identificados como Abimael Mendes de Souza (que ainda se encontra foragido) e Lemoel da Silva Santos, o Panda, morto em janeiro deste ano em confronto com a Polícia Militar. Panda era conhecido no Ceará por, em 2017, ter ameaçado o então secretário de Segurança André Costa, com mensagens nas redes sociais. “Vai ter bala para você”, escreveu, após uma operação. Ele respondia por crimes como homicídio, assalto, porte ilegal de arma e associação criminosa.

Já Abimael ainda estaria escondido em São Gonçalo, de acordo com a polícia. No vídeo eles portam fuzis calibre 556. “São fuzis plataforma AR, calibre 556, semelhante ao COLT M4. Está com vários acessórios, como empunhadura (grip) e mira holográfica (red dot). O cano é extremamente curto para facilitar a locomoção em veículos e o porte dissimulado”, analisou um delegado, à reportagem.

O líder do bando tem o apelido de Lampião, em referência ao líder do Cangaço, no século XX, e se chama Max Miliano Machado da Silva. Ele é membro de uma célula do Amazonas e foi preso em abril deste ano, após sair do Rio para o Norte.

Em São Gonçalo, além de gerenciar o tráfico no nordeste, eles também dão apoio às atividades criminosas locais. “Com o tempo, se essa migração não parar, podemos ver a troca de cultura do crime. O Comando Vermelho já espalhou sua doutrina para outros estados. A gente tem cenas de um passado não distante que os presos jogaram bola com a cabeça de outros presos, no Pará. Da mesma forma que a gente exporta cultura, é possível que a cultura do crime deles venha bater na nossa porta. Assaltos com peixeiras, por exemplo”, afirmou à reportagem o subsecretário de Planejamento e Integração Operacional da Polícia Civil, Rodrigo Oliveira.

Tropa do Lampião: dois mortos em abril

Em abril deste ano, policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) e da Subsecretaria de Inteligência da Polícia Civil (SSINT) realizaram uma operação no Complexo do Salgueiro. O objetivo era localizar lideranças do tráfico de drogas, dentre elas o criminoso Dalton Luiz Santana, acusado de matar Bianca Lourenço Silva, de 24 anos, sua ex-namorada, além de esquartejar o corpo da jovem.

Na ação, na localidade conhecida como Conjunto da Marinha, os agentes foram atacados por criminosos. José Erasmo de Souza Filho e Carlos Menezes Bezerra, que possuíam mandados de prisão em aberto, e eram apontados como líderes do Comando Vermelho no Nordeste, foram mortos. 

Foram apreendidos durante a operação: dois fuzis, pistolas, diversos carregadores e munições, grande quantidade de tabletes de drogas e, ainda, vários trajes camuflados conhecidos como ‘ghillie’, utilizados pelos narcotraficantes para se esconderem em regiões de mata.

Primeiro Comando de Vitória

Outros criminosos que estão sendo procurados são integrantes da facção Primeiro Comando de Vitória, do Espírito Santo. O Portal dos Procurados divulgou um cartaz para levantar informações que possam ajudar na localização e prisão de Luan Gomes Faria, o Luan Vera ou Camu, de 30 anos e Fernando Moraes Pereira Pimenta, o Marujo ou Zoi, de 39 anos. Os dois são foragidos do Estado do Espírito Santo, e estariam se escondendo no Complexo da Maré, em Bonsucesso.

Luan Vera integra a facção criminosa Terceiro Comando Puro (TCP), com ramificação no Espírito Santo. Ele é apontado como chefe do tráfico de drogas do bairro Tabuazeiro, em Vitória, é o responsável pelo toque de recolher na região.

Informações podem ser passadas ao: 2253 1177

Via: O Dia
Próximo Post